Dystopia

esculturas-corrente-correia-9

Dystopia é o nome da exposição do artista Seo Young Deok na INSA/Arko Art Centre, o artista plástico coreano apresenta uma coleção extraordinária de esculturas feitas em correntes de metal meticulosamente soldadas, peça por peça. O que impressiona em suas obras, são as esculturas em forma humana feitas à partir de correntes de vários tipos.

Soe exibe peças de um torso humano, que levou mais de dois meses para ser concluído, e um corpo humano inteiro, o que levou o dobro do tempo. A mensagem que o artista passa é a ansiedade do homem moderno e, especialmente, as angústias da geração mais jovem. Através de seu trabalho, ele expõe a realidade de hoje com todos os seus problemas e armadilhas. Assim, o corpo tem um forte significado sociológico que reflete sobre o mundo fragmentado em que vivemos. Algumas de suas peças ficam deitadas no chão e outras são fragmentadas como se tivessem sido quebradas. O artista, nesse sentido, retrata o contemporâneo e o subjetivo. O corpo é a forma de um templo onde o artista se inspira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s