Especial Lollapalooza 2015 – CHEMICAL SURF

Chemical Intermediario mat

O Chemical Surf é formado pelos irmãos Lucas & Hugo Sanches. Em 2014 ganharam reconhecimento internacional após assinarem contratos por importantes gravadoras como Kittball de Tube & Berger, Toolroom do Mark Knight, Bunny Tiger do Sharam Jey, Cuff de Amine Edge & Dance, Armada Music do Armin Van Buureen, além de King Street, Go Deeva, Kontor, Recovery Tech, entre outras.

Emplacaram recentemente as faixas “Don’t be jealous”, “Good Time” e “Walking Back”, está última atingiu o #10 no TOP100 de tech-house no Beatport e #55 em todos os gêneros, além do vinil ter sido o terceiro mais vendido no deejay.de, principal site de venda de discos na Europa. “Walking Back” ainda foi relançada na coletânea internacional Pacha Summer 2014 em formato CD, incluindo sucessos de Booka Shade, Solomun, Moby entre outros.

Os irmãos se apresentam frequentemente nos principais clubs e festivais do Brasil, como Tribaltech Festival, Club Vibe, Privilege, Kaballah, Matahari, Disco, Café de la Musique, Clash, El Fortin, Pink Elephant, Solaris Festival, Terraza, Club 88, Bali Hai, Magic Island, Save, Nite Club, The Garden, Cave, Maori Festival, La Isla Beach Club, Sete Club, Bielle Club entre outros.

No ultimo verão europeu se apresentaram na Alemanha e na França, incluindo a festa “Well Done!”, que acontece no lendário Suicide Circus, em Berlim, respeitado club alemão que recebe semanalmente os maiores nomes da musica eletrônica underground.

Em novembro de 2014 fizeram sua segunda turnê europeia passando por Inglaterra, Holanda, França, Alemanha, incluindo apresentações no famoso La Machine Du Moulin Rouge, em Paris, e no conceituado Club NL, em Amsterdam.

Alcançaram diversas vezes o TOP100 do Beatport no gênero tech-house. “What’s that”, em parceria com Juliet Sikora, foi lançada pela Kittbal e atingiu a #50 posição, o remix do Chemical Surf para a faixa “Pumping”, lançada pela Go Deeva, alcançou o #62, e “No Matter” figurou em #92.

Seus últimos lançamentos têm sido tocados por grandes artistas como Tube & Berger, Mark Knight, Sasha, Noir, Claude Vonstroke, Pleasurekraft, Sharam Jey, Betoko, Amine Edge, Kolombo, Phonique, Claptone, Coyu, Teenage Mutants, German Brigante, Kyle Watson entre outros.

O Chemical Surf é sem dúvidas um dos nomes que está no “spotlight” da música eletrônica atualmente.

Nome: Chemical Surf
País: Brasil
Ano de formação: 2003
Integrantes: Lucas Sanches (DJ) e Hugo Sanches (DJ)
Sucessos: Dont be jealous, Good Time e Walking Back

Kate Moss para Alexander McQueen

 

tumblr_n02js0fSkS1qc8yajo1_500 (1)

Veja:

Tecnologias interativas -Instalação Wave Dilfert

wave2

Mais um exemplo  de uma instalação interativa que reage a movimentos e mudanças de luz criando ambiente imersivos. Com o advento das novas tecnologias de comunicação e informação, novos cenários evolutivos designados de espaços virtuais imersivos foram sendo desenvolvidos, modificando a cultura de forma surpreendente, um novo contexto ganha dimensão a partir das imagens, estabelecendo-se novas formas de interação.

O ambiente da arte, ao buscar estados carregados de subjetividade, é um campo fértil para pesquisas nesta direção que voltam-se a aspectos poéticos, artísticos e estéticos de sistemas complexos interativos e imersivos.

Os resultados vêm contribuindo para a pesquisa científica e para a arte contemporânea brasileira e internacional através de criação artística com poéticas tecnológicas no campo da ciberestética. Verificam-se modos de sentir ampliados pelas tecnologias interativas e imersivas neste momento pós-biológico, onde o corpo age, pensa e sente acoplado a sistemas computadorizados.

Isabela Blow: a exposição

isabella-blow-6
Ícone da moda mundial, Isabella Blow ganha expo na Somerset House, em Londres. Por lá, uma incrível seleção do guarda-roupa da eterna editora conhecida também por ter descoberto modelos como Stella Tennant e Sophie Dahl, além do estilista Alexander McQueen e do chapeleiro Phillip Treacy.

 

“A decisão de abrir o closet de Isabella para o público foi uma progressão natural, me parece que este seria o seu próprio desejo”, revelou Daphne Guinness, a amiga que comprou todas as peças que vão a exposição na tentativa de impedir que fossem vendidas em um leilão Christie’s. “Eu comprei a coleção porque não podia suportar a ideia de ser espalhada pelo mundo, era a obra de sua vida – seu legado”.
Entre as mais de 100 peças expostas (com direito a styling que lembra a sugestão de uso da própria editora), destaque para as peças desfiladas por McQueen na ocasião de sua formatura na Central Saint Martins, além de criações do estilista da época em que desenhava para a Givenchy. “Ela só usava roupas de pessoas que ela gostava ou admirava”, revelou Shonagh Marshall que assina a curadoria do show em parceria com Alistair O’Neill.
O lançamento oficial aconteceu
na noite de terça-feira (19.11), com convidadas como Daphne Guinness,  Gemma Arterton e Grace Jones.

Summer Girl

fass-vanderperre-03-h

E o verão vai ser fresco e suave, como uma menina pintada por Vargas mas ao mesmo tempo  com uma pitada moderna  de playsuits pinup que brilha com o Sol da manhã.

 

Exclusivo Breaking Bad: Mr. White na Estica

bryan-cranston-gq-magazine-august-2013-01

Breaking Bad está chegando ao fim, e Bryan Cranston precisa de uma roupa afiada para os Emmys. Neste ensaio exclusivo , Walter nos mostra que mesmo com um dia agitato um homem não precisa perder a elegância.

Um professor de ciências descobre que tem câncer transforma-se em um cara sinistro. Essa é a história de ‘Breaking Bad’. Mas é também a história de como Bryan Cranston se tornou maior galã da TV. Como o show entra em sua reta final,  descobra porque Walter White sempre vai viver.

Escorregadores urbanos, já!

Escorregadores3

Aproveitando o clima de protesto, poderíamos incluir essa na nossa pauta para agilizar o cotidiano. Certamente não agradaria a todos, mas que é divertido e permite acelerar um pouco o nosso dia-a-dia, disso não há dúvidas. Em várias cidades do mundo, têm sido construídos escorregadores urbanos ao lado de escadas – assim uma tarefa normal do cotidiano vira rapidamente um momento divertido.

Em Utrecht, na Holanda, o escorregador é grande atração em uma estação de trem. Já em Berlim, Alemanha, foi no metrô que ele apareceu e a verdade é que, além do momento lúdico, o escorregador permite melhorar o fluxo dos passageiros.

Assista ao vídeo na estação de metrô da capital alemã: impossível não amar a ideia.