Especial Lollapalooza 2015 – VICTOR RUIZ AV ANY MELLO

Victor-Ruiz-Any-Mello

Das profundezas da música eletrônica nacional, finalmente emerge mais um artista verdadeiro. Autor de histórias, suas canções transbordam emoção em forma de swing, reinterpretando suas próprias raízes musicais em leituras tão contemporânea quanto futurísticas. Envolvido em um berço de fãs fiéis e crescentes, Victor Ruiz é filho de mãe house e pai techno e um eficiente maestro eletrônico que, do coração a cabeça, prega seus espectadores à pista de dança!

Ao lado da VJ Any Mello, música e imagem formam o casal perfeito em que a sincronia dita a interação com o público e o conteúdo simplesmente o faz dançar. Mas não feche os olhos, pois essa viagem é audiovisual!

Nome: Victor Ruiz e Any Mello
País: Brasil
Ano de formação: 2011
Integrantes: Victor Ruiz (DJ) e Any Mello (VJ)
Sucessos: I Look Into You, Take a Nap, The Riddler

Fonte:www.lollapaloozabr.com

Anúncios

Rock’n’Vintage

1377551_773660046021840_6225243977574170245_n
Momentos intimistas dos Stones clicados por Dominique Tarlé.
Trilha sugerida: Sympathy For The Devil

Je suis Neshat

artwork_images_425192648_751879_shirin-neshat
A iraniana Shirin Neshat exilada em Nova Iorque usa arte para expressar sua indignação contra atrocidades dos totalitarismos no Oriente Médio, criando imagens que por hora exploram a força e a impotência feminina.

“Nossa arma é a arte” afirma Shirin Neshat.

A Arte Glacial de Azuma Makoto

10931433_788361051218406_8506702674970834546_n

O artista botânico Azuma Makoto transformou uma fábrica ao noroeste de Tóquio em uma galeria de arte glacial ao congelar buques de flores.
Fascinante!

O Calendário Barbado

calendario_barbado

Quem trabalha em agência sabe muito bem que o final de ano começa bem mais cedo do que para o resto do mundo.

Natal, Réveillon, Páscoa… toda a comunicação dos clientes é voltada para essa “época mágica do ano”, e haja criatividade para não soltar anúncios semelhantes, ou ideias copiadas – e isso às vezes é mais difícil do que parece, afinal de contas “somos criativos” e não deveríamos ter problemas com isso.

A designer Anna Marinenko conseguiu escapar da mesmice com essa bela ideia para um calendário, que não remete nada às datas festivas, mas com certeza chamará a atenção de muitos hipsters por aí!

A ideia é que as páginas do calendário são impressas em camadas de plástico transparentes, fazendo parecer como se a barba estivesse “crescendo” a cada mês que passa.calendario_barbado_2calendario_barbado_3calendario_barbado_4bcalendario_barbado_5b

Claro que não são todos que conseguem manter o ritmo do “Calendário Barbado” mas achei bastante original, com um design completamente minimalista, e serviria até como um belo presente para alguém que esteja pensando em deixar crescer uma bela barba!

Se quiser saber mais, seguir o ano barbado, ou até mesmo comprá-lo, pode clicar aqui.

Por dentro do camarim…

Já é conhecida a tendência das estrelas da música para fazer exigências extravagantes e, em alguns casos casos bizarras, antes, durante e depois de um show ou apresentação. Depois de revisar adendos – aquela cláusula contratual que descreve uma série de estipulações ou pedidos feitas por músicos ou bandas para definir como precisam que seus equipamentos sejam montados e arranjados, como querem que seus camarins sejam organizados e que tipos de comida e bebida necessitam – o fotógrafo Henry Hargreaves decidiu criar uma série fotográfica retratando os pedidos dos artistas – na grande maioria das vezes, bizarros.

O estilo das fotos tem uma explicação dada pelo fotógrafo: “Decidi focar nos pedidos mais peculiares e fotografá-los num estilo de natureza morta barroca flamenca, porque senti que havia uma conexão direta entre os temas nesses tipos de pinturas e os adendos: a ideia da passagem do tempo e da mortalidade final da carreira de um músico quando os holofotes inevitavelmente se apagam — ele tem apenas um curto espaço de tempo para fazer essas exigências e para que elas sejam atendidas.”

Veja algumas das fotos produzidas por Henry:

Room for Art – Faça arte e ganhe uma estadia

RoomforArt8

É uma boa forma de pagar uma estadia no hotel: poupa dinheiro e ainda exercita seus dotes artísticos. Basta enviar uma obra em formato A4, assinada por você, e esperar aprovação. A proposta do Clarion Hotel em Estocolmo, Suécia, tem sido um sucesso.

Room for Art é o nome da campanha, que partiu do gerente do hotel, cujo avô artista tinha obras decorando um outro hotel da mesma rede, em Nova York. Aqui o desafio vai para os clientes, mas com uma contrapartida: os direitos da obra ficam para o Clarion.

O vídeo abaixo apresenta o sucesso que tem feito crescer o número de interessados (nos primeiros 3 meses, o hotel recebeu 160 artistas):