Rock’n’Vintage

1377551_773660046021840_6225243977574170245_n
Momentos intimistas dos Stones clicados por Dominique Tarlé.
Trilha sugerida: Sympathy For The Devil

Anúncios

Je suis Neshat

artwork_images_425192648_751879_shirin-neshat
A iraniana Shirin Neshat exilada em Nova Iorque usa arte para expressar sua indignação contra atrocidades dos totalitarismos no Oriente Médio, criando imagens que por hora exploram a força e a impotência feminina.

“Nossa arma é a arte” afirma Shirin Neshat.

A Arte Glacial de Azuma Makoto

10931433_788361051218406_8506702674970834546_n

O artista botânico Azuma Makoto transformou uma fábrica ao noroeste de Tóquio em uma galeria de arte glacial ao congelar buques de flores.
Fascinante!

O Calendário Barbado

calendario_barbado

Quem trabalha em agência sabe muito bem que o final de ano começa bem mais cedo do que para o resto do mundo.

Natal, Réveillon, Páscoa… toda a comunicação dos clientes é voltada para essa “época mágica do ano”, e haja criatividade para não soltar anúncios semelhantes, ou ideias copiadas – e isso às vezes é mais difícil do que parece, afinal de contas “somos criativos” e não deveríamos ter problemas com isso.

A designer Anna Marinenko conseguiu escapar da mesmice com essa bela ideia para um calendário, que não remete nada às datas festivas, mas com certeza chamará a atenção de muitos hipsters por aí!

A ideia é que as páginas do calendário são impressas em camadas de plástico transparentes, fazendo parecer como se a barba estivesse “crescendo” a cada mês que passa.calendario_barbado_2calendario_barbado_3calendario_barbado_4bcalendario_barbado_5b

Claro que não são todos que conseguem manter o ritmo do “Calendário Barbado” mas achei bastante original, com um design completamente minimalista, e serviria até como um belo presente para alguém que esteja pensando em deixar crescer uma bela barba!

Se quiser saber mais, seguir o ano barbado, ou até mesmo comprá-lo, pode clicar aqui.

O Retorno de Saturno

Lia e Samuel Rosa Estúdio

Algumas pessoas tem uma energia tão forte, um desejo tão intenso que por isso atraem e realizam coisas incríveis para si e para o mundo. Esse é o caso de Lia Paris. Simplesmente autentica, por onde passa essa mulher furacão meche todas as coisas de lugar e  enche tudo com a sua luz ao ponto de ficar entediante quando se vai.

Depois de abalar em sua turnê pela Europa e NY onde gravou o Clip de Wild Boy,  música que compôs com Marcelo Jeneci,  preparava-se para a estréia de sua coleção de Beachwear para o Café de la Musique  e sua temporada de shows no Réveillon de Trancoso. Foi quando uma coisa incrível aconteceu…

Samuel Rosa ouviu o som de Lia Paris e adorou. E foi assim que ela recebeu o convite para compor duas músicas para o novo álbum do Skank.

 Sentindo-se abençoada sob o céu da Bahia, depois de cantar com Elba Ramalho, Tonny Garrido, fazer um Live com o Bushwacka e chamar a atenção de Sonia Racy e virar página de jornal, Lia escreveu uma música inspirada no turbilhão de sentimentos provocados pelo Retorno de Saturno.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na última terça-feira Lia embarcou rumo á Belo Horizonte para gravar sua participação especial no novo Cd do Skank. Ela conta que cantar com Samuel foi uma experiência mágica da qual jamais esquecerá.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Uma estrela é assim. De seu coração nascem as coisas que iluminam o mundo e mesmo de muito longe sente-se  seu brilho e seu magnetismo. Compondo e cantando sobre experiências reais, Lia Paris está trabalhando em seu primeiro disco autoral e por conta de seu carisma, grandes nomes da música realizam participações especiais.

Seu EP com três músicas, foi produzido por Dudu Aram e Antônio Pinto, será lançado em breve com as faixas Azul e Flores, Wild Boy escrita por ela em parceria com Marcelo Jeneci e Sua Constelação que conta mais uma vez com a participação de Marcelo e Zélia Duncan, a bateria hipnótica de Fredo Ortiz dos Beastie Boys e guitarra marcante do músico Edgard Scandurra.

Se você ainda não ouviu falar de Lia Paris, isso é por pouco tempo, o talento dela promete estourar nas paradas de sucesso. Ouça porque no SoundCloud da cantora.

1497593_10201215753491485_12661197_n

1960 – O carnaval Carioca por Willy Rizzo

E6GDGmk - Imgur

Ele já foi fotojornalista de conflitos, fotógrafo de design, de moda, retratista e no meio disso tudo encontrou tempo para dar um pulinho no Rio de Janeiro e clicar imagens inesquecíveis do carnaval, em meados da década de 1960.

O fotógrafo italiano Willy Rizzo faleceu no ano passado, mas deixou um legado de registros e imagens, que inclui essas fotos nostálgicas do verde e amarelo desfilando pela Avenida Rio Branco.

Far, far from land – Amor de sereia

Kristen-McMenamy-by-Tim-Walker-for-W-Far-Far-From-Land-16

Em seu último trabalho, o fotógrafo e contador de histórias Tim Walker nos apresenta uma história de amor de uma sereia  chamada “Longe, longe de terra” destaque na edição de dezembro 2013 W Magazine estrelado por Kristen McMenamy.

Brilhantemente talentoso, o diretor criativo Tim Walker retratou uma história de amor entre uma sereia azul e sua dor de cabeça por um homem que vive na terra, uma dor que ela reconta na natureza da emoção e da bela poesia: “O que nós consideramos belo aqui no oceano, seu rabo de peixe, encontra-se feio na terra “.

Ferida por ser rejeitado por seu único e verdadeiro amor, mas também de frente para o fato doloroso de que existe um oceano inteiro entre eles, é apresentado lindamente pelo modelo americano Kristen McMenamy no país das fadas de Tim Walker.

Feições andróginas de McMenamy são reforçadas pelo artista make-up Stephane Marais, enquanto seu cabelo loiro sonhador foi criado por Julien d’Ys. O Stylist Jacob K foi quem reuniu as peças fascinantes que complementaram fishtail da McMenamy perfeitamente.