Imortalidade Virtual

Viver e morrer e depois voltar a vida. Alcançar a imortalidade. Isso parecia impossível a conquista humana. Porém não para Hsin-Chien Huang, novo artista taiwanês comentado na mídia, ao criar a  inusitada experiência Read My Lips.

Read My Lips “é uma escultura interativa do rosto de Andy Warhol, que se move com as pálpebras e os lábios mecânicos. Dentro dele, há um computador que controla doze motores que controlam as pálpebras e os lábios. Durante a conexão à Internet, o trabalho será enviar perguntas para seu Facebook a cada semana. Estas questões são artisticamente relevantes, incluindo temas como o significado de si mesmo, o seu significado social, aura estética, cultural e patrimônio histórico, as opiniões de críticos e fãs, e até mesmo o seu preço e potenciais compradores. Quando os amigos quando os seus amigos do Facebook lê-los, eles podem postar respostas. Então o trabalho vai percorrer estas respostas e ler as respostas em  um texto para discurso motor.

O artista irá preparar as primeiras 52 questões por um período de um ano:
 O que eu sou, na sua opinião?
 Quantos dias que você pode viver sem arte?
 Sou um gadget?
 Como muitos artistas mortos estão no Facebook?
 Todos seremos famoso por 15 minutos. Você se sentiria se você já vivesse seus 15 minutos?
 Se eu estou disponível para vendas, se você considerar a compra de mim?

Quando o trabalho vai ficar sem perguntas, ele vai postar um pedido de novas perguntas aos amigos do Facebook e seus obter mais suprimentos das questões. Mas quando se esgota todas as questões, torna-se silencioso. Em outras palavras, a obra será “praticamente vivo”, enquanto seu público mantendo responder.

O conceito inicial deste trabalho foi inspirado pelo crescente número de contas de artistas falecidos ‘Facebook. Neste momento, existem cerca de 50 Andy Warhol, e trinta Salvador Dali contas do Facebook (incluindo dois “Salvador Dali bigode” contas). Esse fenômeno fornece uma visão interessante sobre as posses e os significados das obras e dos artistas artistas eus.

Por estas contas no Facebook, a personas dos artistas falecidos são mantidos e se regeneraram pela nessas comunidades, e tornam-se pontos de encontro para os fãs dos artistas. Este trabalho explora este conceito. O significado deste trabalho não é constante. Foi criado porHsin-Chien Huang, inicialmente, mas depois ele convida as pessoas a aderir a este processo de criação de significado, e sua expectativa de vida é determinada pelas respostas de seu público.

Anúncios

Cicada

cicada2

A instalação de bambu fica no centro de Taipei em Taiwan, desenhada pelo arquiteto Marco Casagrande é um vazio textura orgânico inserido mecânica da cidade. O desenho da obra foi criado para ser um casulo  pós-industrial resultado da metamorfose de um inseto gigante. A arquitetura é baseada no conhecimento local de escala humana flexível construídos a partir de estruturas de bambu contendo um alto nível de improvisação inerente à mente de insetos e seus casulos de forma livre.

Quando se entra no Cicada, que em português quer dizer cigarra, a cidade ao redor desaparece. O casulo é um espaço interior, mas totalmente fora – ele está respirando, vibrando, de maneira suave e segura. O espaço inspirado no movimento swollow dialoga com o homem moderno e ao mesmo tempo oferecer-lhe a possibilidade de viajar mil anos atrás. Ao final, Cicada realiza uma arquitetura de insetos em plena  rua.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Amor & Criatividade

Robert Happé nasceu em Amsterdã na Holanda. Estudou religiões e filosofias na Europa e dedicou-se desde então a descobrir o significado da vida. Estudou também Vedanta, Budismo e Taoísmo no Oriente durante 14 anos, tendo vivido e trabalhado com nativos de diferentes culturas de cada região onde esteve – Índia, Tibete, Cambodja e Taiwan.

Em seu retorno à Europa, sentiu necessidade de compartilhar o conhecimento adquirido e suas experiências de consciência. A partir daí, trabalhou em várias universidades, e tem trabalhado continuamente com grupos de pessoas interessadas em autoconhecimento e desenvolvimento de seus próprios potenciais como seres criadores.

Desde 1987 vem compartilhando informações em forma de seminários e workshops em países da Europa, na África do Sul, nos EUA, na Austrália, e no Brasil.Seu trabalho é independente, estando desvinculado, sob todo e qualquer aspecto, de organizações religiosas, seitas, cultos e outros grupos.

Este video trata de de Amor e Criatividade, entre muitas outras coisas. De acordo com os ensinamentos do Sr. Robert, a educação está relacionada com a aprendizagem. Nenhuma pessoa poderia ficar sem a possibilidade de aprender em nenhum momento da sua existência. O aprendizado é como uma onda, que faz um movimento em direção aos objetivos de todas as almas, que é reintegração com o Todo.

Assim, aprendendo como funciona o processo criativo, os ensinamentos e as práticas cada um é capaz de experimentar e conhecer as suas próprias capacidades criativas.

 Para ele, chegou a hora de reorganizar o sistema educacional e oferecer um currículo que realmente informe e eduque. Um bom currículo oferece um equilíbrio entre o reconhecimento das nossas principais aptidões, do conhecimento geral, e da busca do sentido da vida. A exploração e re-exploração de conceitos e idéias conscientes levarão as pessoas à apreciarem idéias que transcendam as regras e barreiras sociais.

Somos todos seres divinos com acesso à consciência criativa, mas precisamos aprender a usá-la. Essa é a razão de estarmos encarnamos, afinal a encarnação é a maneira de evoluirmos espiritualmente e poder eventualmente contribuir para a expansão do processo criativo e da evolução da espécie.