O Futuro é Agora

The-future-is-now

O mundo está passando por uma transformação peculiar, e nos encontramos em um momento transitório da história, com mudanças fundamentais acontecendo. A revolução digital, com sua velocidade estonteante, faz com que a quantidade de informações produzidas e espalhadas pelas redes ganhem proporções desumanas. Nada mais é como antigamente, tudo mudou – e ainda está mudando.

Assim, é cada vez mais difícil saber tudo, ao mesmo tempo que temos mais acesso a tudo. O novo dura pouco, o futuro quase já foi, o amanhã é já. O que nos resta, o que se torna essencial em um mundo cercado de incertezas é ACREDITAR.

A geração atual cresceu em um mundo completamente diferente. Pessoas nascidas nas últimas duas décadas do século 20 estão prestes a ocupar importantes posições de poder e influência e encaminhar o futuro sob novas ideias e concepções. As decisões delas serão a base para uma nova realidade.

São as primeiras nascidas em um mundo conectado pelas tecnologias. Colhem os benefícios das explorações espaciais, do desenvolvimento da ciência e conectividade global. Estão no absoluto começo de uma progressão que sentimos, mas ainda desconhecemos. É a geração que, talvez, viverá em outros planetas. E, dentro de nossa história de vida, quem sabe, nascerão em outros planetas.

Inspirada pela mais recente edição da revista alemã 032c, o Studio Lotus lista uma série de conceitos que podem contornar a atmosfera adversa de conflito de uma cultura pós-tudo. São valores que nos guiam em tempos de incerteza e nos fazem olhar para a direção certa: energia, família, fantasia, amor, sexo, trabalho, criatividade, inovação, paixão, igualdade de gêneros, escapismo, autoconfiança – e a palavra que rege o mundo hoje: instabilidade.

Hoje, somos instantâneos. As barreiras entre o pessoal e o profissional, online e offline, singular e plural se desintegraram. A tecnologia nos permite um novo começo, livre de fronteiras físicas. Restrições sociais e culturais vieram abaixo. E, nessa instantaneidade, temos que achar o nosso todo.

Se a temperatura do mundo hoje reclina mais para situações de adversidade e incerteza, nós preferimos pensar – e nos deixar guiar – por criatividade, transformação e paixão. Para nós, o futuro é agora.

Descolorindo Chantelle Brown

Fugindo dos padrões estéticos vigentes, Chantelle Brown-Young, também conhecida como Winnie Harlow, tornou-se a primeira modelo com vitiligo. Desenho de sua pele faz dela uma obra de arte viva, expandindo o conceito de beleza para um outro nível com a simetria do descoloramento de sua pele.

vitiligo estilo 1

Sua história é verdadeiramente inspiradora: com apenas três ou quatro anos de idade a pigmentação da sua pele começou a mudar. Mas, apesar da infância difícil e dos diversos bullyings que sofreu por conta da doença, nunca desistiu de seu sonho de ser modelo.

Com muitos seguidores no Instagram, ela está conquistando o mundo e servindo de inspiração para quem também tem a doença. Sua positividade e aceitação encanta e o seu trabalho está cada vez mais reconhecido.

vitiligo estilo 2

Do Canadá para a Califórnia a modelo já participou de importantes publicações de moda, como o programa America’s Next Top Model.

 vitiligo estilo 3

vitiligo estilo 5

vitiligo estilo 4

vitiligo estilo 6

vitiligo estilo 7

vitiligo estilo 8

vitiligo estilo 9

A beleza do caos organizado

Artística, inovadora e atenta, Ray Eames foi uma protetora e colecionadora de coisas que a inspiraram – e precisava dessas coisas para rodeá-la enquanto ela trabalhava, como evidenciado por sua mesa no Eames Office (acima, fotografada em 1976). Obtenha um vislumbre de vários espaços que exemplificam isto e veja os muitos itens que motivam seus ocupantes durante o dia de trabalho.

Cada centímetro da parede acima da mesa no home office da designer de interiores Laura Clayton Baker contém fotos, páginas de revistas, cartões postais e peças aleatórias de arte. (Foto: Laura Clayton Baker)

O espaço da ilustradora, professora e autora de livros Kate Bingaman-Burt, em Portland, nos Estados Unidos, exibe uma eclética mistura de desenhos, arte, cartazes, recortes de papel e plantas. (Foto: Kate Bingaman-Burt)

Arte, livros e pilhas organizadas de papéis compõem o home office, em Venice, na Califórnia, de Scott Flora e Jerinne Neils, co-fundadores da empresa  de gráficos de parede Blik. (Foto: Blik)

O espaço de trabalho ocupado por Brian Haines, Alejandra Abad, Natasha Maria Fernandez-Fountain e Bruno Torquato – também conhecido como estúdio de design e colaborativo One by Four – tem paredes e janelas cheias de criatividade e cor. (Foto: One by Four)

Materiais e ferramentas para design, arte e projetos de ilustração assumem as mesas de trabalho na Logical Art, um estúdio de design criativo em Londres fundado por Yoo-kyung Shin e Hanhsi Chen. (Foto: Logical Art)